quarta-feira, 15 de julho de 2009

Amores Perdidos


em cada beijo, um universo
entre bocas a se tocarem
em cada abraço, um aperto
que me sufoca ao partires
em cada parte de mim
mulheres a circular
entre minhas veias finas
em cada veia, tinto sangue
derramado em lágrimas
em cada lágrima, saudade
veneno do ar que trago
em cada trago, dor
em meu coração parado
em meu peito cansado
de suspirar amores
amores... perdidos
mas nunca esquecidos

2 comentários:

verner. disse...

melancolico, mas ainda bonito =)
parabens!

Bia disse...

Muito lindo meu amigo!Estava com saudade de ler tuas letras!
=D


Lindo mesmo...